Desenhistas pelo mundo

Dependendo de onde a fonte de luz está vindo, pode haver uma sombra no pescoço a partir do queixo. Este é o caso do meu desenho. Começo estabelecendo uma camada uniforme de grafite 3B na área sombreada. Estamos nesse momento tentando fazer um desenho realista.

Como você sabe o quão escuro é ir com essa sombra? Compare os tons no rosto com a área sombreada. Eu vejo que a minha área sombreada é aproximadamente o mesmo tom que a sombra projetada debaixo do nariz. A área sombreada será mais escura à medida que nos aproximamos das bordas dos dois lados.

Eu também comecei a trabalhar no ombro do lado esquerdo. Para o cabelo, decidi enfraquecê-lo no fundo. Eu acho que isso é uma aparência artística muito elegante no desenho de retrato. Eu obtenho este olhar primeiro, desenhando o cabelo na parte inferior com um lápis 5H.

Isso vai me dar meus tons mais claros e os tons que eu preciso fazer a transição. Então eu volto para o lugar onde parei e uso um 3B, ficando mais claro e mais leve quando estou perto do fundo. Quando você chegar ao fundo, deve ser um gradiente suave do escuro para a luz.

Como podem ver, é fascinante o desenho de pessoas quando aplicado com alto grau de realidade, mas isso só é possível de realizar quando se investe e aprende em um curso de desenho realista.

Somente fazendo um curso e aprendendo com um profissional, será possível adquirir o controle de todas as técnicas que no futuro permitirão dominar a arte do desenho.

Fale a verdade

O que eu quero dizer com “dizer a verdade”? A verdade é aquilo que está baseado em alguma coisa que pode ser provada.
Esta caracteristica é sempre importante, mas ainda mais importante como apresentador. Como apresentador, você está numa posição de liderança e as pessoas vão repedir o que você diz. Por isso diga a verdade.

Ao dizer a verdade baseado no que você vê e testemunha, muitas vezes os apresentadores apoiam-se num jornal ou revista e eu próprio já o fiz; é por isso que eu aprendi que isso pode vir de volta e morder-me. Há situações em que é bom, mas na verdade é dar como verdade absoluta a opinião dos média.

O que você está a dizer à audiência por os referenciar é, “Os média são uma autoridade.” E eu não acho que os média o são.

Imagine o que acontece quando o apresentador referência uma coisa favorável na revista “XYZ”. Você está a dizer à audiencia que XYZ é uma fonte confiavel de informações verdadeiras. Mais tarde XYZ escreve um artigo negativo sobre marketing de rede. O que você pode nessa altura fazer?

Há uma forma de substanciar o que você está a apresentar sem dar os créditos aos média. Fale da fonte deles. Isso quer dizer, se eles falarem que as taxas do desemprego são de 7,8%, não fale da revista, mas fale da fonte de onde a revista recebeu essa informação.

O poder dos média é baseado onde eles foram buscar a informação. Um jornalista não tem por si próprio o poder de autoridade. Pense num reporter do tempo; Esles estão dependentes na tempestade para o seu poder. O mesmo acontece em qualquer outro tipo de reporter.

Às vezes o M.R. tem resultados com os seus produtos e da mesma forma com a oportunidade de negócio, mas não podem falar disso, nem que seja verdade. Eu sei que isso é frustante.

Neste tema “dizer a verdade”, tudo o resto é “ser honesto” em qualquer das relações com outros distribuidores. Tudo o que fizer mostra às pessoas à sua volta que voce é confiável ou não.

Se você meter uma pessoa do seu grupo numa formação que custa $10 às escondidas,
voc-è está a dizer a esse novo distribuidor que você não é confiável. Eles nessa altura vão actuar como se você é “fixe”, mas eles nunca esquecerão que no fundo você é desonesto.

Conte sempre a verdade. Mas sempre partilhe as coisas pelo seu lado mais positivo. Algumas pessoas tornanse muito literais no “diga a verdade” e sente que se não disserem tudo ao seu prospecto isso é negativo e que não estão a dizer a verdade.

Não sei se reparou, mas eu raramente discuto liderança como um assunto abstrato
porque eu sinto que liderança não é uma “discussão”

É sobre fazer as coisas acontecer no terreno e ajudar as pessoas a conquistarem coisas.